Em várias partes do mundo e por toda a história, homens se reuniram, se fortaleceram e formaram cultos diversamente violentos. O antropólogo William Buckner busca explicar o motivo.